Sucesso FM

Suspeito de matar sogros a facadas não aceitava separação, diz funcionário da família

Por PortalTX em 28/10/2021 às 11:00:42

O suspeito de matar os sogros com golpes de faca, na manhã desta quinta-feira (28), no Bairro Alto, em Curitiba, é um policial militar aposentado de 56 anos.

Segundo um marceneiro, que trabalha há cerca de dois meses na reforma da residência do casal que foi morto, o suspeito não aceitava a separação da filha deles com quem foi casado por oito anos e tem uma filha de seis anos.

Local em que casal foi morto com golpes de faca. Djalma Malaquias/ Banda B

“Ele era tranquilo, mas estava sofrendo demais por causa da separação, ele não aceitava. Achava que o sogro e a sogra eram os culpados pela separação. A gente não acredita que tenha sido ele. Ou ele mandou alguém fazer, porque ele não teria coragem de fazer isso”, disse, à Banda B, o marceneiro que trabalhava na reforma da casa que estava sendo preparada para abrigar uma festa.

Emílio Mandato, de 56 anos, e Célia Correia, de 53, foram mortos enquanto dormiam. Ele era empresário do ramo de transportes e ela diarista.

Segundo ele, a ex-mulher teria uma medida protetiva para impedir que o ex-policial se aproximasse, pois a separação foi conturbada e até com disputa judicial.

De acordo com o marceneiro, a ex-mulher do suspeito estaria em um novo relacionamento e o suspeito culpava os sogros por isso.

Djalma Malaquias/ Banda B

“Ela quis separar dele e e arrumou outro homem, e ele botava a culpa nos sogros”, lembrou.

Segundo a polícia, o homem enviou uma mensagem dizendo que a ex-mulher teria uma surpresa quando chegasse em casa.

“Ao chegar em casa, a filha do casal se deparou com a morte do seu pai e de sua mãe. Ao que tudo indica, eles estavam dormindo quando foram surpreendidos”, disse o policial militar, Luan Narciso, à Banda B.

Fonte: Banda B

Comunicar erro
Bike Show

Coment√°rios

Pombal
Primo