Sucesso FM

Ex-namorado √© preso e pol√≠cia diz que ci√ļme motivou morte de t√©cnica de enfermagem na RMC

Por PortalTX em 04/10/2021 às 17:48:22

Familiares de Letícia já suspeitavam que ela pudesse ter sido morta por um ex-companheiro. Nesta manhã, a Banda B noticiou que a jovem possuía um mandado de medida protetiva contra o ex. O documento é um instrumento legal previsto na Lei Maria da Penha para garantir a segurança da mulher e da família dela.

Cientes da situação, os investigadores da Delegacia de Pinhais foram à casa deste ex-namorado. Chegando lá, os policiais logo perceberam que o suspeito estava com lesões no rosto e no pescoço. De acordo com o delegado Paulo Renato Caldas, o rapaz ficou nervoso ao ser confrontado sobre as marcas. “Espontaneamente, ele veio à delegacia. Mas, no caminho, ele confessou que teria tido uma discussão com a Letícia após ela descer do aplicativo”, iniciou à Banda B.

Noite anterior

O carro de aplicativo do qual o delegado se refere é a corrida que Letícia fez ao voltar de uma casa onde passou a noite no bairro Cajuru, na capital. Esta casa, conforme apontaram as investigações, era do jovem que aparece abraçado com a técnica de enfermagem na foto postada nas redes sociais (ver imagem acima).

Antes, segundo a família, ela havia saído para se encontrar em um bar com amigas no bairro Uberaba. A polícia ainda apontou que, momentos antes deste encontro, Letícia teria acabado de terminar o relacionamento com o jovem preso.

“O elemento teria ficado indignado e, por volta das 2 horas da manhã, já se dirigiu à frente do condomínio onde morava a vítima. Aproveitando que um carro tinha saído do condomínio, ele ficou de ‘tocaia’ lá dentro. A moça pernoitou com este conhecido na danceteria e voltou para casa por volta das 6 horas. Ele a acompanhou até a saída da própria residência”, completou Caldas.

Letícia Stefani Inácio. Foto: Reprodução/Redes Sociais/Montagem

O rapaz ainda pediu à Letícia que enviasse uma mensagem quando chegasse em casa. Na hora de ir embora, ela entrou em um carro prata com uma motorista loira, conforme diz o delegado. “Essa mensagem nunca chegou. Por volta das 10 horas do domingo, ele acordou e estranhou a situação. Posteriormente, ele ficou sabendo do óbito”, informou.

Crime

O jovem relatou à polícia que a mulher teria dado um tapa e arranhado o pescoço dele. Então, o suspeito a empurrou, fazendo Letícia bater a cabeça contra a parede e cair desacordada.

Em seguida, o ex-namorado arrastou o corpo para dentro do condomínio e limpou manchas de sangue com a própria camisa. Caldas comenta ainda que além de Letícia ser agredida, ela também foi esganada.

O local onde foi encontrado o corpo da vítima. Foto: Djalma Malaquias/Banda B

“A tese dele não se sustenta. Posteriormente, ele pegou a bolsa e o celular da vítima, além da camisa ensanguentada, e jogou os objetos em um terreno baldio na Avenida Ayrton Senna da Silva. Ele indicou o local aos policiais e, até agora, o corpo de bombeiros está tentando encontrar devido ao alagamento do terreno por conta da chuva”, explicou.

O jovem irá responder por feminicidio e ocultação de cadáver. “É lamentável. Falta de controle emocional foi o que levou a este ato que tirou a vida da vítima”, finalizou o delegado.

Letícia era técnica de enfermagem e estava no último ano da faculdade. Segundo a polícia, a jovem era filha única.

Fonte: Banda B

Tags:   Segurança
Comunicar erro
Bike Show

Coment√°rios

Pombal
Primo