Sucesso FM

Adolescentes de 17 anos vacinam semana que vem, diz secretário; "Vamos a Brasília pedir mais doses"

Por PortalTX em 22/09/2021 às 15:06:52

“É isso que é a informação mais importante nesse momento. Estamos fazendo um esforço muito grande para usar as doses remanescentes e nossa reserva técnica, para iniciar a vacinação dos adolescentes com comorbidades, com deficiências permanentes, acamados e grávidas, a partir semana que vem”

afirmou Beto Preto.

O secretário pretende dar sequência às demais faixas, mas afirmou que, para isso, precisa que o Ministério da Saúde compre mais doses e envie ao estado, para que então possam ser distribuídas pela secretaria aos municípios.

Por isso, nesta quinta-feira (23) uma comitiva da Secretaria estará com o secretário-executivo do Ministério da Saúde, Rodrigo Cruz, “para levar um pedido formal de inclusão de todas as faixas etárias dos adolescentes o mais rápido possível”, disse Beto Preto.

Ministro do STF, Lewandowski autoriza estados a vacinar adolescentes contra Covid-19

Paraná contraria orientação do Ministério da Saúde e anuncia vacinação de todos os adolescentes

Segundo Preto, Cruz vai substituir o ministro da pasta, Marcelo Queiroga, que foi diagnosticado com Covid-19 nesta terça-feira (21), durante viagem com a comitiva do presidente Jair Bolsonaro aos Estados Unidos, para Assembleia-Geral da Organização das Nações Unidas (ONU). Queiroga terá que cumprir 14 dias de isolamento no retorno ao Brasil.

A tarefa, porém, não deverá ser simples. O Ministério, como relembrou Beto Preto, não considera a necessidade de vacinação para os menores de 17 anos. “Ainda não há uma posição efetiva a favor disso, mesmo com indicação da Organização Mundial da Saúde, mesmo com a aprovação da Anvisa ao uso do imunizante Pfizer”, disse.

Prefeitura de Curitiba abre vacinação de adolescentes com comorbidade e deficiência na quinta-feira

Em decisão conjunta das secretarias municipais e do estado, para a imunização dos adolescentes do Paraná serão usadas as doses dos cidadãos que optaram por não receberem o imunizante, deixando de comparecer às unidades de saúde quando convocados.

“Será usada a sobra de vacinas e a reserva técnica pra começar a vacinação. E, se tivermos mais doses, vamos continuar vacinando, 16, 15, 14, sempre dialogando com o Ministério da Saúde”, explica o secretário.

E complementa:

“Quem compra a vacina no Brasil é o Ministério da Saúde, então estamos cobrando isso de maneira diplomática, com respeito, para que possamos desse jeito imunizar nossos adolescentes. É necessário pra acalmar o coração do vô, da vó, do pai, da mãe. Esses adolescentes estão circulando, estão indo pra escola novamente. Precisamos atendê-los com respeito”.

Antecipação de doses

Beto Preto informou também que ainda não há uma decisão sobre a antecipação de doses de 60 dias. “Não fechamos essa antecipação porque dependendos das doses do Ministério da Saúde. Isso pode ser feito sim, desde que tenhamos doses. Aqui no Paraná aprovamos essa utilização.”

A antecipação, nas palavras do secretário, seria ideal com as doses da Astrazeneca, sem a necessidade de esperar 90 dias. “Com as doses em mãos, poderia ser aplicada com 60 dias.”

Fonte: Banda B

Tags:   Saúde
Comunicar erro
Bike Show

Comentários

Pombal
Primo