Sucesso FM

Investigadora acusada de atirar e matar copeira por causa de som alto é exonerada

Por PortalTX em 01/07/2021 às 09:20:30

Rosaira Miranda da Silva participava de uma confraternização, no Centro Cívico, quando foi baleada na cabeça. Ela chegou a ser socorrida ao hospital, mas morreu nove dias após o disparo. Em depoimento, Kátia afirmou que se irritou com o barulho da festa, que ocorria ao lado de casa, mas alega que atirou com a intenção de dar um susto. O disparo teria sido feito da janela do apartamento dela.

Família de copeira morta por policial em Curitiba terá de receber pensão mensal

Além do homicídio, o Ministério Público do Paraná (MP-PR) e a assistência de acusação pedem que Kátia responda pelas qualificadoras do motivo fútil, impossibilidade de defesa da vítima e perigo comum.

O Conselho da Polícia Civil do Paraná decidiu que Katia fosse demitida em fevereiro e agora o governador Ratinho Júnior assinou a demissão.

Video

Imagens mostram o momento que Rosária é atingida.

Fonte: Banda B

Comunicar erro
Bike Show

Coment√°rios

Pombal
Primo